Loading...

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

a ira....

Desconheço alguém que nunca tenha sido atingido pelo sentimento da ira;nem o próprio Cristo,escapou dele,ao expulsar os vendilhões do templo. Claro que é um sentimento negativo,mas ás vezes tão necessário!Do nada, por qualquer motivo,o rancor, a raiva e até o ódio,o mais feio dos filhotes da Ira, nos ataca e a vontade de agredir alguém toma conta de nós,e nos cega. Acontece com mais freqüência com pessoas impulsivas,do tipo pavio curto,pessoas com o sentimento de justiça muito aguçado,aquelas que “toma as dores dos outros”os cordeiros de deus que querem resolver tudo e consertar o mundo.
A ira pode brotar também de um conflito interior,é próprio,nesse caso,de pessoas mal resolvidas,que têm raiva de si mesmo e transferem essa raiva para o mundo. È a ira dos fracos!Essas pessoas têm pouco ou nenhum controle sobre si mesmo e são mais propensas á outra e pior face da ira,a mais destrutiva:o ódio. O ódio é o sentimento dos fracos. Enquanto a ira é passageira,o ódio é eterno. Enquanto a ira é barulhenta,o ódio é sutil e silencioso. A  ira brota como um vulcão por alguma contrariedade,desilusão,por noticias de TV,ou acontecimentos fortuitos;a pessoa explode,mas,logo volta á razão. A ira é cálida,o ódio é frio. Vingança é um prato que se come frio,dizem os vingativos;o ódio é um sentimento visceral,enquanto a ira nasce do coração. Quem odeia quer vingança. Sabem como os chineses enforcam alguém?diz a lenda. Eles amarram o pescoço do coitado numa muda de baobá,a árvore mais alta do mundo;e esperam o baobá crescer até as nuvens;quem odeia não tem pressa.
O mecanismo da razão tem controle sobre a ira. É só deixar esfriar um pouco a cabeça e as pessoas voltam ao seu normal. Eu,particularmente,por temperamento,muito sujeita á indignação,acho que não se deve reprimir a ira,Pego num papel-que aceita tudo-escrevo o motivo da minha raiva,desencavo todos os palavrões da língua portuguesa,que é pródiga neles,,desabafo,sem atingir ninguém,e sem reprimir meu sentimento-pois, não sou cuscús prá morrer abafada-e,daí semanas,pego o papel escondido nalguma gaveta,leio,e me divirto com o que está escrito,que agora,parece tão sem sentido. Se foi uma mágoa mais séria,analiso a situação á luz da razão e me ponho no lugar do outro;porque a razão foi criada para nos evitar danos. Importante é a gente ter certeza de que ninguém pode nos atingir se nós não permitirmos. Podem dizer o que quiserem,magoar,levantar suspeitas,ridicularizar,se nós temos um ego bem resolvido,rimos de tudo isso e deixamos passar. Blindados pela fortaleza que construímos ao nosso redor,nada nos atingirá. Os cães ladram e a caravana passa.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Viver é...

Viver é...

É ter maturidade para falar "eu errei".

É ter ousadia para dizer "me perdoe".

É ter sensibilidade para expressar "eu preciso de você".

É ter capacidade de dizer "eu te amo".

Desejo que a vida se torne um canteiro de oportunidades para você ser feliz...

Que você seja amigo da sabedoria.

E, quando você errar o caminho, recomece tudo de novo.

Pois assim você será cada vez mais apaixonado pela vida.

E descobrirá que...

Ser feliz não é ter uma vida perfeita.

Usar as perdas para refinar a paciência.

Usar as falhas para esculpir a serenidade.

Usar a dor para lapidar o prazer.

Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.

Jamais desista de si mesmo.

Jamais desista das pessoas que você ama.

JAMAIS DESISTA DE SER FELIZ,

POIS A VIDA É UM ESPETÁCULO IMPERDÍVEL.