Loading...

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Divagações...: O jogo da vida...

Divagações...: O jogo da vida...

O jogo da vida...

A vida é um eterno perde e ganha, como diz uma música. Aliás, o mundo musical fala muito disso. Tem uma música do Cazuza, que é da minha geração, que diz: ...te ganhar ou perder sem engano...
Somos eternos competidores e lutamos sempre para ganhar. Ontem ouvi uma frase do jornalista Pedro Bial, que na verdade me levou a escrever esta divagação,:APRENDEMOS MAIS QUANDO ERRAMOS DO QUE QUANDO GANHAMOS!
Difícil compreender isso!!! Pois bem, me pus a pensar e no final de 2 horas ou talvez, umas 2 horas e meia acabei concordando com a frase do Bial! Parei e refleti sobre a vida, a minha, e percebi que realmente aprendi mais nas vezes que joguei pra ganhar, mas errei nas estratégias e acabei perdendo a jogada. E é lógico que depois de me descabelar e chorar muito compreendi o ponto crucial da derrota ou da possível vitória. Isso está ligado a vida profissional, na amorosa ( nossa essa sim, quando algo não está certo parece que fomos enfeitiçados por uma bruxa, rs...) e na emocional, no que tange, amigos, quase-amigos, colegas de escola, família...
tentamos sempre acertar. Acabamos pecando pelo excesso de zelo, de compaixão, de carinho, de preocupação...Palavras que para nós poderiam ser a salvação de um amigo podem ofendê-lo, difícil!!!
...e a vida continua, esse eterno jogo do perde e ganha!

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Um abraço...

Vivemos numa turbulência constante de sentimentos, negócios, atitudes, decisões tomadas as pressas...enfim um corre-corre enlouquecedor! Há prós e contras disso. Muitos precisam dessa loucura para se sentirem vivos e úteis, outros enlouquecem deveras com esse fluxo conturbado da vida!
O ano começou há 10 dias e a roda da vida está girando, ao que tudo indica cada vez mais rápido, e não nos damos conta de que somos os responsáveis por esta velocidade! Catástrofes, vendavais, chuvas torrenciais, enchentes e tudo mais..só nos damos conta de que tudo isso está acontecendo quando algum destes eventos atrapalha algum dos  nossos fluxos malucos da vida enlouquecedoa que fizemos parte!  Pare, um momento! Olhe para o lado, tem alguém aí? Sim ? Preste atenção, nessa criatura que convive contigo diariamente, é mais um dos corredores da grande maratona da vida! Teu colega de trabalho! Olhe lá adiante! Teu amigo, há quanto tempo não conversam sobre algo que não seja do cotidiano de trabalho? Há quanto tempo não dão boas risadas juntos, lembrando das encrencas que se meteram juntos, das viagens, dos passeios de escola, dos amores e desamores da vida? A propósito sabes como ele está? Ao invés de enviar um e-mail que tal dar um  ABRAÇO!
 Dar um abraço pode significar muito mais para a pessoa que recebe do que para a pessoa que dá! Um abraço é gostoso a qualquer hora, seja de mãe, de pai, de irmão, de amigo, de colega de trabalho ou quem sabe do seu grande amor, ou daquele que um dia poderá ser?
Agora faça o seguinte: Lembre das pessoas que você quer bem, pense muito nelas, se as encontrar não esqueça de dar um ABRAÇO DE URSO, ou como dizem os nossos amigos gaudérios, UM ABRAÇO DE QUEBRA COSTELA! Não deixe de abraçar quem você quer bem e dizer o quanto o quer bem! Isso pode tornar um dia nebuloso em um dia ensolarado!
Um abraço....

Viva, a vida é arriscada

Quando jogamos, nos arriscamos a perder.
Quando nos arriscamos a ganhar muito, também nos arriscamos a perder muito.
Quando rimos, corremos o risco de parecermos bobos.
Quando choramos, corremos o risco de parecermos fracos.
Quando gritamos, corremos o risco de parecermos brutos.
Quando temos esperanças, nos arriscamos a ter decepções.
Quando pedimos, nos arriscamos a receber um não.
Quando amamos, nos arriscamos a sofrer.
Quando nos damos, nos arriscamos a perder-nos.

Afinal, a vida é arriscada, mas somente para quem vive!