Loading...

terça-feira, 6 de abril de 2010

Amo-te

Amar,verbo intransitivo
Se explica por si só
Mas como?
Amo-te
Simplesmente
Não fui capaz de conter esse sentimento
Aconteceu
Quisera eu ser mais forte,mais racional
Ma não fui
E hoje
Amo-te
De forma simples
De acariciar
De beijar
De andar de mãos-dadas
De conversar olhando nos olhos
Amo-te
Aceitando as diferenças
Os gostos estranhos
O jeito
A forma de falar
O modo de beijar
De abraçar
De olhar
Amo-te simplesmente
Não exijo
Apenas aceito
Na íntegra
Sem tirar nem por
Da forma estúpida
Mas como quem cuida
Amo-te
E desejo-te
Mas esse desejo é um ensejo de felicidade
Desejo-te por um momento
Uma noite, um dia, uma vida
Amo-te
Erros são normais
Assim é que se aprende a viver
Constroem-se pontes para o futuro
Mas desejo-te no presente
Para poder desejar-te no futuro
O futuro é próximo
É o amanhã
Cinza, colorido ou em preto e branco
Quem sabe?
Mas é fato
Amo-te
Simplesmente e sem mais delongas
Sou eu e você
Logo somos um só
Entre braços e pernas entrelaçados
Uma respiração ofegante
De paixão
De desejos
De vida
De muita vida
De muito amor
Amo-te assim

Nenhum comentário:

Postar um comentário